sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Metas de cidadania para 2013

A cada novo ano, renovam-se as esperanças, os sonhos e metas. Comumente, estabelecemos objetivos gerais para vida pessoal e profissional. 2013 pode ser inovador e muito rico em transformações. A humanização nas relações e a sustentabilidade prometem estar presentes significativamente no pensamento e nas atividades principalmente em empresas com vocação de vanguarda.
Não há como imaginarmos esses temas sem observarmos a cidadania no consumo. Os consumidores estão comprando mais, sendo que crescem os clientes que buscam agir com responsabilidade, pois cientes de que o ato de consumo não é um ato em si, mas tem origem e consequências. 
O consumidor consciente quer saber de onde vem o produto, se foi produzido com mão de obra livre ou escrava, se o meio ambiente foi respeitado e, ainda, quer saber para onde vai... Há possibilidade de reutilizar o produto, reciclá-lo, o que dele vai para o lixo, o dinheiro pago por ele ficará na região onde mora, na sua cidade ou vai para outro país...
Muitas são as vertentes de análise desse consumidor cidadão.
As empresas que colocarem em suas metas a humanização de suas relações internas e externas, respeitando seus funcionários e buscando a satisfação de clientes, mesmo no pós venda, têm tudo para nadar de braçada em 2013.